Categorias
Negócios Tecnologia

Crise emergencial: o que fazer com seu negócio

Veja medidas que você possa estar tomando agora, para que sua empresa consiga uma direção nessa atual crise.

Toda crise no mundo deixará rastros positivos e muitos negativos, e nesse momento de quarentena, no qual, algumas empresas não possuem formas de manter o capital de giro, vão precisar de ajuda e iniciativas para poder se manter no mercado.

O atual Ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas anunciou hoje(20/03) ações para que empresas consigam se adaptar ao momento emergente desta crise, iremos destacar as medidas que podem servir de orientação para o pequeno e médio empreendedor.

  • Auxílio emergencial de R$15bi para trabalhadores informais.
  • Auxílio de R$5bi para pequenas e microempresas
  • Facilitação e renegociação de créditos
  • Adiamento do pagamento do Simples Nacional
  • Desburocratização para importação de insumos e matéria-prima

Mesmo com essas medidas, as empresas tendem levar meses para estar se reestruturando novamente, assim como o Brasil que já reajustou o crescimento do PIB nesse ano para 0%. A partir de agora como se planejar e criar ações para superar meses de déficit no caixa?

O momento é do Online independente do segmento da sua empresa, iremos dar orientações para que você empreendedor tenha noção para onde seguir. Se a sua empresa que não possui uma presença online, não tem interação com seus leads e não transformou seus clientes em leads você precisa parar aqui e ler atentamente essas dicas.

Empresas B2B

Toda empresa B2B precisa estar hoje presente na internet, aliás é onde passamos grande parte do tempo pesquisando os serviços que precisamos para gerir nossos negócios. Investir em formas de estar presente online além do site é primordial, uma presença ativa no Linkedin é um bom negócio, onde você possa utilizar o espaço para divulgar os projetos realizados. Além do Linkedin o portfólio da sua empresa precisa estar digital, e uma rede social como o Instagram focada em imagens é de extrema importância para vários negócios. A escolha da rede social adequada depende de onde a maioria dos seus clientes estão ativos, saiba mensurar e escolher onde você deva estar regularmente ativo. Outras redes sociais interessantes (Facebook, Twitter e TikTok).
Marque reuniões online via Skype ou Hangouts. Prepare pacotes de serviços com preços atraentes, lembre-se que a empresa do outro lado está passando pelas mesmas dificuldades, e o preço de muitos serviços irão subir pela demanda ou baixar pelo mesmo motivo.

Comércio Varejista

Novamente o online será o seu principal recurso. Independente do segmento, investir em promover seus produtos é o principal passo, mas surgirá o desafio de catalogar mais de mil produtos. Adapte o catálogo dos seus produtos para Kits. Crie os mais diferentes utilizando os produtos populares para continuar gerando vendas. Já os produtos encalhados, crie kits com preços imperdíveis e na divulgação associe com o preço da concorrência.
Invista em divulgar onde a maioria dos seus clientes tenha como preferência, escolha bem a sua rede social.
É extremamente importante uma relação próxima com o cliente, WhatsApp e Telegram também são opções para estar divulgando o seu portfólio e fazendo a venda. Organize suas opções de entrega.

Educação/Saúde e Bem-estar

Mesmo em crise, pessoas estão buscando se qualificar para o mercado que irá surgir após a quarentena. O segmento da Educação está a todo vapor, se você já tem um negócio online não perca tempo, divulgue seu curso e colha os frutos, lembrando que toda a população está em casa consumindo internet o tempo inteiro nesse momento. Caso não tenha sua presença digital, o momento de iniciar é agora!
Se você é da área de educação ou é um profissional de educação física, crie um curso online com toda uma preparação e periodização do seu conteúdo com início, meio e fim. Mostre para seus clientes o que eles vão ganhar adquirindo o seu serviço. Dúvidas em como transformar seu curso para o online? Deixe sua questão nos comentários ou envie e-mail para rcassimiromkt@gmail.com

Alimentação

Nesse ciclo de quarentena as pessoas estão evitando locais com aglomeração, mas a fome e o desejo da comida especial continua. Invista no Delivery e em formas de fidelização do seu cliente! Vários aplicativos tem facilitado no delivery destaco Uber Eats, iFood e Rappi.
Fidelizar o seu cliente será importante para que os pedidos sejam recorrentes. Introduza vouchers, promoções por x números de pedidos, humanize cada vez mais o atendimento, crie sorteios e seja criativo. O momento é de ação.

Estamos enfrentando um novo ciclo para a humanidade, onde vários hábitos estão sendo mudados e muitos estão sendo aderidos em massa nesse momento, como o de consumo online. Tais mudanças afetará muito o comportamento do mercado para os próximos anos. Esteja a frente da maioria e arrisque-se agora enquanto a saúde da sua empresa esteja bem. Adapte-se o mais rápido possível, pois nós empreendedores teremos novos desafios a todo momento, e sua habilidade de lidar com os desafios ditará o rumo da sua empresa no futuro.

Curiosidade

O ovo da pata é maior e mais rico em nutrientes do que o ovo da galinha, mas o ovo que é vendido em todo lugar é o da galinha.

A pata choca o ovo calada, silenciosa ninguém sabe quando ela chocou.
Já a galinha 5 minutos antes de chocar começa a gritar pra todo mundo ouvir, é um escândalo tão grande que o fazendeiro sabe a hora de agir.

Não basta apenas as empresas desenvolverem seu produto com qualidade, é preciso que seus clientes conheçam tal qualidade. Não se esqueça “a propaganda é alma do negócio”.

Matérias Relacionadas

PRINCIPAIS FERRAMENTAS ONLINE NA CRISE
COMO CONTROLAR A ANSIEDADE NA QUARENTENA?
AGILIDADE EMOCIONAL POR SAMER AGI
5 MOTIVOS PARA VOCÊ MEDITAR





2 respostas em “Crise emergencial: o que fazer com seu negócio”

Deixe seu comentário